fbpx
Posted on / by horaios / in Blog

Luz infravermelha

Um dos sinais mais comuns do passar dos anos é a flacidez. A aparência de frouxidão pode aparecer tanto na pele quanto nos músculos. Vale lembrar que flacidez de pele é diferente da de músculo. A primeira surge por vários motivos como excesso de sol, gravidez, efeito sanfona e o próprio envelhecimento natural, que geralmente começa após os 30 anos. Já a flacidez do músculo surge principalmente pela falta de atividade física.

Para deixar a cútis mais firme e viçosa, uma alternativa é estimular a produção de colágeno.

Considerada uma importante aliada no rejuvenescimento facial, a Luz Infravermelha estimula a produção de colágeno na região aplicada. Com isso, ocorre uma  melhora da flacidez por meio de dois mecanismos: estimulação da contração imediata do colágeno devido ao aquecimento da derme e indução da formação de colágeno novo nos meses seguintes à aplicação. Esses dois mecanismos promovem o remodelamento do colágeno existente e a formação de um novo, tanto a curto quanto à médio prazo.

Essa tecnologia pode ser utilizada para o tratamento da face e do pescoço, sendo também indicada em casos de flacidez corporal. É um tratamento seguro e eficaz para todos os tipos de pele, podendo ser realizado durante o verão e até em pacientes bronzeados.

O procedimento dura aproximadamente 40 minutos para ser aplicado e o paciente sente apenas um leve desconforto por conta do calor emitido pelos raios infravermelhos. Embora a aparência de rejuvenescimento e melhora do tônus muscular sejam rápidos, os resultados duradouros requerem mais tempo para aparecer. São recomendadas em média de 3 a 4 sessões, com intervalo de um mês entre cada uma.

Ter uma boa alimentação rica em proteína, praticar atividades físicas, não fumar e manter o peso estável ajudam na formação do músculo e proporcionam firmeza à pele.

Agende uma consulta e conheça os protocolos dermatológicos indicados para o seu tipo de pele e expectativas.

Tags:
× Como podemos te ajudar?