fbpx
Posted on / by horaios / in Blog

Protetor solar para os cabelos

Assim como a pele, os cabelos também precisam de proteção contra os raios UV. Isso porque o sol age como um antioxidante natural que desidrata as cutículas dos cabelos, abrindo-as e formando as temidas pontas duplas. Além disso, pesquisas mostram que a luz solar pode clarear os cabelos, uma vez que oxida a pigmentação natural ou artificial (no caso de tinturas) do fio.

O protetor solar capilar nada mais é do que um produto que atua no combate aos danos causados pela radiação solar nos cabelos, formando uma espécie de película protetora, que encapa o fio e evita que os raios penetrem nas camadas mais profundas do cabelo.

O seu uso regular, ou pelo menos nos dias mais quentes do ano, é fundamental para manter a hidratação e nutrição dos fios. “A exposição solar em grande quantidade faz com que o fio perca água para o meio ambiente, deixando-o mais ressecado, mais opaco, mais quebradiço e sem vida.”, explica o dermatologista e tricologista, Dr. Alberto Cordeiro (RQE 50383)

O protetor solar para cabelo é encontrado, geralmente, em forma de leave-in. Mas também é possível achar em gel, spray e cápsula.”O ideal é utilizar um produto específico para a fibra para não depositar muito resíduo nela e também não sobrecarregar muito o couro cabeludo.”, ressalta Dr. Alberto (CRM 125.757)

Para quem está com receio de experimentar, o dermatologista (CRM 125.757) incentiva: “Dificilmente ele poderá trazer algum problema. Logicamente, esse produto deve ser retirado dos fios pós-exposição solar, enxaguando bem a fibra e o couro cabeludo. A maior parte dos problemas está relacionada ao uso de protetor solar de corpo ou rosto no couro cabeludo, dessa forma, levando a um deposito de resíduo na fibra e o aumento de oleosidade.”

Para quem já resolveu aderir, a forma de uso é bem fácil. O produto deve ser aplicado cerca de 30 minutos antes de exposição solar e reaplicado toda vez que você tiver contato com a água. “Evite a exposição solar depois das 10h da manhã ou após das 16h.”, reforça o especialista (RQE 50383)

Tags:
× Como podemos te ajudar?